Mais notícias

sexta-feira, 31 de março de 2017

Proposta de oração para o Ano Jubilar da Rede - 10 anos no enfrentamento ao tráfico de pessoas

REDE “UM GRITO PELA VIDA”

Expressão Evangélico-política de solidariedade e cidadania. 

Recordar, Celebrar e Projetar!


1. Mantra

Aquele que vos chamou, Aquele que vos chamou, é fiel, é fiel, fiel é Aquele que vos chamou. 

E Javé disse: “Eu vi muito bem a miséria do meu povo.. Ouvi o seu clamor contra seus opressores, e conheço os seus sofrimentos...” 

Deus viu a realidade das meninas exploradas sexualmente nos locais de mineração, nos bordeis perto das grandes obras, usadas e abusadas.....

Deus viu as adolescentes dos vilarejos dos interiores convidadas para trabalhar em casa de família nas grandes cidades, tratadas como escravas e muitas vezes estupradas pelos donos. 

Deus viu os migrantes forçados e desesperados à procura de uma pátria que em sua fragilidade, tornaram se fáceis vítimas de traficantes. 

Deus viu os meninos que para fugir da discriminação de serem homossexuais, caíram nas redes dos traficantes, que os exploraram sexualmente, mudando seus corpos com injeções de silicone.

Deus viu os jovens à procura de trabalho que por falta de alternativas dignas, aceitaram condições de trabalho péssimas que os tornaram escravos.

Senhor viu a dor de quem foi raptado e mutilado para remover os órgãos para transplantes ilegais.

“Por isso, desci para libertá-lo...O clamor chegou até mim....

2. Ouvir o grito de Cristo na cruz - grito da humanidade. – “Meu Deus, meu Deus- por que me abandonaste”

- Dentro de teu grito na cruz cabem todos os nossos gritos, desde o primeiro choro do recém-nascido

até o último gemido do moribundo. Quando a palavra é pequena e incapaz para expressar tanta dor nossa, o corpo e o espírito se unem neste espasmo desconjuntado.

- Em teu grito de homem comprometido pela nova justiça, denuncias os ventos de todas as épocas

os sofrimentos fechados nas salas de tortura clandestina, e os prantos afogados na intimidade

de corações justos sem saída, todos os atropelos contra minorias impotentes, e a exploração de homens amordaçados por leis, máquinas, amos e fuzis.

- Em teu grito ouvimos o protesto de Deus contra todas as violações de seus filhos. Em ti grita o espírito crucificado pelos tribunais, sinagogas e impérios dos séculos que querem emudecer o futuro livre e justo.

- A rebeldia jovem da América Latina, as maiorias negras da África do sul, unem-se a tua denúncia crucificada. Dentro de teu grito lançado ao céu encomendam sua vida nas mãos do Pai todos os que se sentem abandonados em um mistério incompreensível.

- Desde o desconcerto lançado como queixa dos que experimentaram teu amor alguma vez, mas se sentem abandonados agora, e só na luta contigo esperam sua saída, desde todas as noites do espírito, chega até tuas mãos de Pai nosso grito.

- Nesse grito teu último, dor de homem e dor de Deus, inclinamos esgotados a cabeça e te entregamos o espírito, quando chegamos a nossos limites, onde se extinguem os esforços e os dias, e onde começamos a ressuscitar contigo.

Canto: É para a liberdade que Cristo nos libertou, Jesus libertador! 

É para a liberdade que Cristo nos libertou

3. Memória da caminhada. “Por isso vá. Eu envio você.....”

- Nos dias de 02 a 07 de outubro de 2006 aconteceu em São Paulo aconteceu o I Encontro de formação promovido pela UISG em parceria com OIM sobre “Tráfico de seres Humanos”. Participaram 34 irmãs de 20 Congregações vindas de 14 Estados, das 5 Regiões do país e com duas representantes da CRB Nacional.

- 2007 – No segundo Encontro, as Irmãs assumiram o desafio da criação de uma rede intercongregacional e a batizaram com o nome “UM grito pela vida” e coletivamente assumiram um compromisso com esta causa.


Canto: Um grito pela vida tão sofrida quero ouvir! Milhares de outras vozes solidárias vão se unir! Não mais o trabalho escravo! Não mais a exploração! No grito a dor e o pranto. Do canto – libertação. 


4. Termo de Compromisso das participantes – Salvador BA - Março 2007

“Interpeladas pela realidade gritante do Tráfico de Seres humanos.... Motivadas pelo seguimento de Jesus Cristo e respondendo aos apelos desta desafiante realidade, como Vida Consagrada Inserida em novos espaços, assumimos o compromisso de atuar na erradicação do tráfico de seres humanos articuladas em Rede: socializando informações, partilhando e fortalecendo ações de prevenção; articulando e integrando ações de apoio às vítimas, motivadas pela mística da Vida Consagrada e pelo seguimento de Jesus Cristo na defesa da vida”

5. Momentos marcantes na caminhada da Rede (partilha....)

6. Mantra

Por tudo dai graças, por tudo dai graças, dai graças por tudo, dai graças.


7. “Se o Senhor não construir a nossa casa, em vão trabalharão os construtores”

Projetando o futuro, o que precisamos?

(Palavras chaves.....)


8. Pai nosso

9. Oração final

Quando ouvimos falar de crianças, mulheres e homens que são enganados e levados à lugares desconhecidos para fins de exploração sexual, trabalho forçado e venda de órgãos, os nossos corações se indignam e nossos espíritos se entristecem porque sua dignidade e seus direitos são pisoteados por meio de ameaças, mentiras e violência. 


Ó Deus, ajuda-nos a contrastar com as nossas vidas todas as formas de escravidão Oramos com Santa Bakhita para que o tráfico de pessoas tenha fim. Dá-nos sabedoria e coragem para estarmos mais perto de todos aqueles cujos corpos, corações e espíritos foram feridos, para que juntos possamos realizar as Tuas promessa de vida, de ternura e de amor infinito por estes nossos irmãos e irmãs exploradas. Toca os corações daqueles que são responsáveis por este crime grave e apoia o nosso compromisso pela liberdade, que é o Teu dom para todos os Teus filhos e filhas. Amém.

Enviado por Ir. Barbara Furgal 
Coordenadora da Rede

Nenhum comentário:

Postar um comentário