Mais notícias

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

A Rede Um Grito Pela Vida - Conferência dos Religiosos do Brasil(CRB), Regional Amazonas/Roraima, realizará no próximo dia 23 de setembro, uma ACÃO DE INTERVENÇÃO SOCIAL


A Rede Um Grito Pela Vida - Conferência dos Religiosos do Brasil(CRB), Regional Manaus/Roraima, realizará no próximo dia 23 de setembro, uma ACÃO DE INTERVENÇÃO SOCIAL em ocasião do Dia Internacional Contra a Exploração Sexual e Tráfico de Mulheres e Crianças.


A Ação que tem como objetivo de dar visibilidade, sensibilizar e prevenir a exploração sexual e o tráfico de mulheres e crianças, será realizada em parceria com as seguintes instituições: Secretaria de Justiça do Estado do Amazonas (SEJUS), Secretaria Executiva de Políticas Para Mulheres (SEPM), Secretaria de Segurança Pública (PREVINE), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Instituto, de Crianças e Adolescentes Santo Antônio (IACAS), e será realizada nos terminais de ônibus, 1, 3 e 5 na cidade de Manaus.


O dia 23 de setembro, dia Internacional Contra a exploração sexual e Tráfico de Mulheres e Crianças foi estabelecido durante a Conferência Mundial de Coligação Contra o Tráfico de Pessoas, realizado em janeiro de 1999 em Bangladesh.


No Brasil a prática do Tráfico de pessoas está presente em todas as regiões, no entanto é predominando na região norte. O tráfico de pessoas é o terceiro negócio ilícito mais lucrativo do mundo, normalmente está ligado à exploração sexual. Esta prática é realizada a partir de falsas promessas de melhoria de vida, atingindo normalmente pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e social, em sua maioria, mulheres, adolescentes e crianças.


A participação da sociedade civil é muito importante para combater este tipo de crime. Hoje existem 3 telefones disponíveis para denúncias referentes à exploração sexual, tráfico de pessoas, exploração do trabalho e tráfico de órgãos, são eles: 100, 180 ou 181.


A INTERVENÇÃO SOCIAL, acontecerá dia 23 de setembro de 2014 das 17h às 19h nos seguintes locais:


Terminal 1: A Rede Um Grito Pela Vida – CRB, Secretaria de Justiça do Estado do Amazonas (SEJUS), Instituto, de Crianças e Adolescentes Santo Antônio (IACAS).


Terminal 3: A Rede Um Grito Pela Vida – CRB, Secretaria de Segurança Pública (PREVINE), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF),


Terminal 5: A Rede Um Grito Pela Vida – CRB, Secretaria Executiva de Políticas Para Mulheres (SEPM).





Roselei Bertoldo
Articuladora da REDE UM GRITO PELA VIDA/Manaus

ENCONTRO DOS MEMBROS DA REDE UM GRITO PELA VIDA - AGOSTO DE 2014

Aconteceu, nos dias 18 e 19 de agosto de 2014, em Lages/SC, o Encontro Regional Sul: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, da Rede Um Grito pela Vida, com o objetivo de avaliar a Campanha da Fraternidade e a Campanha “Jogue a Favor da Vida”. 


O mesmo aconteceu num clima de muita partilha, comprometimento, espontaneidade, celebração e alegria pela riqueza de ações desenvolvidas pelos Núcleos da Rede nos três Estados do Sul, contra o tráfico de pessoas.

Destaques dos Núcleos apresentados: o grande número de Parcerias, sejam elas com Órgãos Públicos, Pastorais, ONGs, Meios de Comunicação, etc. 

A CF/2014 e a Campanha Jogue a Favor da Vida sensibilizou as pessoas para reconhecer a realidade do Tráfico de Pessoas, comprometendo-se com esta causa. É preciso continuar na articulação, na atenção às vítimas e na incidência política, sem contudo esquecer a mística, a reflexão e a ação.

Em todo o país os Núcleos estão realizando suas avaliações, tendo em vista o Encontro de avaliação Nacional em outubro de 2014, com as articuladoras das regiões e a coordenação.






Núcleo de Porto Alegre

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

CURSO DE CAPACITAÇÃO DE MULTIPLICADORES PARA O ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS – PORTO VELHO, RO – DE 4 A 7 DE SETEMBRO DE 2014


A Rede Um Grito pela Vida - Núcleo de Porto Velho, em parceria com a Comissão Pastoral da Terra e a Pastoral do Migrante, organiza o primeiro curso para a Formação de multiplicadores para o enfrentamento ao tráfico de pessoas na Região Noroeste do Brasil.


O curso está sendo avaliado pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR), para que seja reconhecido como curso de extensão universitária, já com parecer favorável da reitora da UNIR.

Objetivos

Apresentar aos participantes a conjuntura nacional referente o “Tráfico de Pessoas em suas diferentes modalidades”, visando a compreensão crítica da realidade regional; fornecer metodologias e elementos para a identificação de situações concretas de pessoas em situação de risco e encaminhamento, bem como acompanhamento das famílias afetadas e reintegração social.

O curso será realizado em Porto Velho, de 4 a dia 7 de setembro de 2014, na casa de encontro “Betânia”, Rua Beira Sul, 7746 – Bairro Três Marias.



Regulamento
O curso é residencial, sem ônus para os/as participantes. O número de vagas é limitado. 

Serão priorizados integrantes da Rede Um Grito pela Vida, da Comissão Pastoral da Terra, Pastoral do Migrante e pessoas que já atuam nesta área ou, que por motivos profissionais ou pastorais, estejam interessados em se comprometerem com esta causa. 

Encaminhar as inscrições até o dia 20 de agosto de 2014, para gritopelavidapvh@gmail.com, com as seguintes informações: 

Nome Completo:
Nº de CPF:
Nº de RG:
Endereço completo:
Contato telefônico:
E-mail:

Para maiores informações contatar:

Rede Um Grito pela Vida
Celular: 069 8145-7990 (TIM) ou 069.9310-8862 (Claro) - Ir. Gabriella

Comissão Pastoral da Terra – RO
Tel: 069 3224-4800 - Lucimar ou Petronila


A coordenação - Ir. Gabriella Bottani

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Rede Um grito pela Vida Presente no Encontro do GT do Tráfico Humano em Brasília

Assuntos:
Tráfico de Pessoas e legislação;
PEC do trabalho Escravo;
Projeto "vamos Encontrar nossas crianças" do Conselho Nacional de Medicina;
Avaliação da Campanha da Fraternidade 2014;
Projeção da continuidade da missão do GT.




REGIONAL GOIÂNIA CONVIDA PARA O 2ª ENCONTRO DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO SOBRE A PREVENÇÃO E O COMBATE AO TRÁFICO DE SERES HUMANOS (TSH)



REDE UM GRITO PELA VIDA/CRB – REGIONAL GOIÂNIA

EVENTO: 2ª FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO SOBRE A PREVENÇÃO E O COMBATE AO TRÁFICO DE SERES HUMANOS (TSH)

DATA: 09 DE AGOSTO DE 2014

HORÁRIO: 13:3Oh às 17:00h

PÚBLICO CONVIDADO: PARTICIPANTES DA REDE UM GRITO PELA VIDA/CRB, PARCEIROS E PESSOAS INTERESSADAS

LOCAL: CENTRO CULTURAL CARAVÍDEO – RUA 83, 361 – SETOR SUL – GOIÂNIA – GO

TAXA DE INSCRIÇÃO: R$ 5,00 (Cinco Reais)

PALESTRANTES:

- FABRÍCIO SILVA ROSA – REPRESENTANTE DA POLÍCIA RODOVIÁRIA E MESTRANDO EM DDHH

- PROFA. HELOISA MEZOCANTE – PROFESSORA NA PUC/GO

- KATIÚCIA COSTA – ESPECIALISTA EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS E MESTRANDA EM DDHH

- MASR, JOÃO FELIPE – CONVIDADO/TESTEMUNHA

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:

13:30h Abertura e Acolhida (Ir. Celina)

13:40h Apresentação e Dinâmicas de integração (Ana Maria)

13:50h Momento de Mística (Ir. Teresinha)

14:00h Composição da Mesa, explicação sobre a dinâmica e Início das Palestras – Cada palestrante ou grupo terá 20’ para abordar o tema, desde a perspectiva da entidade e/ou profissão que representa, interagindo com os participantes, ou seja, após a exposição de cada palestrante, será dado um tempo de 15’ para que os participantes façam suas intervenções e possa interagir com o/a palestrante. (Ir. Carolina e Ir. Sandra)

16:40h Avaliação do Encontro - Avisos e Comunicações da Rede Um Grito Pela Vida/GO (Ir. Carolina e Ir. Sandra)

16:50h Lanche de confraternização e despedida

17:00h Encerramento

EQUIPES:

*Crachás – Inscrição – Venda de livros e Camisetas – (Ir. Guida, Ir. Lidia e Noviças)

*Ambientação: Ir. Lidia e Noviças


Venha Participar! Traga seu amigo ou amiga!
Traga , se possível, algo para socializar na hora do lanche e faremos uma ótima partilha! Obrigada!

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

NÚCLEO RECIFE NA SEMANA DE MOBILIZAÇÃO NO ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS - CAMPANHA CORAÇÃO AZUL

28/07/14 A 01/08/2014

A REDE UM GRITO PELA VIDA – REGIONAL RECIFE participou de eventos durante a semana de Mobilização no Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas; foi um  trabalho realizado em parceria com o Núcleo Estadual de Enfrentamento ao Trafico de Pessoas do Estado de Pernambuco, Colégio Jesus Crucificado em Recife, Núcleo Municipal de Enfrentamento ao Tráfico de Mulheres da cidade de Ipojuca/PE, Prefeitura de Arcoverde através das Secretarias de Ação Social e Educação, Gerencia Regional de Ensino de Arcoverde e o 3º Batalhão de Polícia Militar.

Nas ações, a Rede se fez presente com uma representação da Coordenação do Regional Recife através das Religiosas Ir. Lindoura Souza e Ir. Glória Bastos (Congregação Missionárias de Jesus Crucificado) e a Ir. Lourdes Torres (Beneditina) além da Agente de Pastoral Fátima Evangelista (Leiga).


Recife / PE – 28/07/2014: Colégio Jesus Crucificado – Palestra para Agentes de Pastorais das Comunidades Saramandaia, Ilha de Juaneiro e Ilha de Chié.



Ipojuca / PE – 30/07/2014: 02 Escolas da Rede Pública Estadual – Cine-Debate.




Arcoverde /PE – 01/08/2014: Pela manhã foram realizadas 02 palestras uma mostrando o trabalho da Rede Um Grito pela Vida (Fátima Evangelista), o que é o Tráfico de Pessoas (Jeanne Aguiar – NETPPE) e no horário da tarde uma caminhada com aluno(as), educadores, gestores, funcionárias da Rede sócio Assistencial. Além da entrega de prêmios aos alunos vencedores do melhor desenho (ensino fundamental e médio) e melhor redação (fundamental e médio). Apresentação dos trabalhos e leitura de um cordel feito pela coordenadora Socorro da tribo Kapinauá da cidade de Buique. Presença no evento o Núcleo Itinerante de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.




Visita de Ir. Gabriella Bottani, ao núcleo da Rede Um Grito - Fortaleza, CE.

No dia  30 de julho, 2014 o Nucleo da Rede Um Grito Pela Vida de Fortaleza, Ceará recebeu a visita de Ir. Gabriela Bottani da coordenação da Rede Nacional.

Estiveram presente as companheiras:  Bete, Maria Aldamir, Bernadete, Aurea, foi  uma tarde memorável.  Deu-nos a oportunidade de matar saudades e ter noticias do trabalho de Ir. Gabriella em Porto Velho acompanhando o povo  que sofreu grandes enchentes este ano numa luta de vida e morte. 
Ela partilhou sobre o trabalho da Rede Um  Grito pela Vida no Brasil durante a Copa, e Campanha da Fraternidade.  Falou da força da rede nacional e internacional na luta contra tráfico, e muitas outras noticias do encontro em Roma. Fez lembrar das palavras “não estava o nosso coração ardendo quando ela nos falava pelo caminho sobre a força da luta contra trafico...”   
Nossa gratidão e carinho a Ir. Gabriela.
Ir. Bete pelo núcleo de Fortaleza, CE.


sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Blitz Informativa pelo Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

 Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Rio Grande do Sul, Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas Desaparecidas e Rede Um Grito Pela Vida participaram da Blitz Informativa pelo Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas no Mercado Público De Porto Alegre.


2014 - Chamada de Propostas. UNODC - Fundo Fiduciário para as Vítimas de Tráfico de Pessoas.

The Trust Fund for Victims of Human Trafficking is marking the first World Day Against Trafficking in Persons by launching its second call for proposals through its Small Grants Facility on 30 July 2014.

The call will be open for 2 months, until 30 September 2014, 24:00 CET.
Non-governmental organizations providing direct assistance to victims of human trafficking, from all over the world, are invited to submit project proposals, provided that they fulfil the eligibility criteria for this call, as set out in the Guidelines for the Small Grants Facility's Second Call for Proposals.
Acesse: http://www.unodc.org/unodc/en/human-trafficking-fund/2014-call-for-proposals-small-grants-facility.html

1º ENCONTRO NACIONAL DA RED KAWSAY ARGENTINA


NÚCLEO DE SÃO PAULO NA SEMANA DE MOBILIZAÇÃO PELO ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS

A Semana Nacional de Mobilização pelo enfrentamento ao Tráfico de pessoas, tem sua origem na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) celebrada no dia 14 de Novembro de 2013. Nessa Assembleia se institui o dia 30 de Julho como Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. 


Os escritórios das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e os estados que aderiram a Campanha Coração Azul, se propuseram realizar, nessa data, em diversos países, ações de grande visibilidade e alerta contra ao Tráfico Humano. 


Do dia 28 de Julho ao 1° de Agosto aconteceram várias ações nas diferentes regiões do país. NA região Sudeste as ações se multiplicaram, sobretudo, no Rio de Janeiro e Minas Gerais, estados que aderiram à Campanha Coração Azul. Em São Paulo, apesar de não se ter construído uma agenda em conjunto com a Campanha, houve debates, caminhadas, conferências, dentre outras promovidas por diferentes entidades do poder público e da sociedade civil. 

O núcleo da Rede um Grito pela Vida de São Paulo participou, no dia 30 de Julho, do debate promovido pela OAB/SP e a Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania do estado de São Paulo - Programas de Enfrentamento ao tráfico de Pessoas, Erradicação do Trabalho Escravo e Refúgio. O objetivo foi dar visibilidade à exploração crescente através do tráfico de pessoas nas suas diferentes modalidades.

Focou-se principalmente na exploração sexual por meio da prostituição, diferenciando essa modalidade de tráfico da prática da prostituição por pessoas adultas de espontânea e livre vontade. Quanto a este último tema, abriram o debate que propôs desvendar uma realidade carregada de muita hipocrisia e com uma lacuna de garantia de direitos dessas pessoas quase desde a antiguidade. “Chama-se a profissão mais antiga do mundo e a garantia de direitos ficou na pré-história”, frisa um palestrante. Os/as palestrantes salientaram que se tenta fazer um debate despido de preconceitos moralistas e religiosos tirando a prostituição realizada livremente do estigma e do preconceito milenar, que só abrange as mulheres e a pessoas em situação de vulnerabilidade. Sabendo também que melhorando a legislação o incluindo-a como um trabalho não resolve totalmente o problema do crescimento sem precedentes da exploração sexual de pessoas. Mas, segundo todas e todos @s palestrantes advogados(as), tendo uma legislação que garanta seus direitos, seria possível dar passos mais sólidos quanto à humanização dessas pessoas.

Ir. Manuela Rodríguez Piñeres (OSR)
Núcleo da Rede Um grito pela Vida - São Paulo