Mais notícias

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Caminhada fará memória às vítimas do tráfico de pessoas

A Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), em parceria com a CNBB e outras entidades, promove no dia 11 de junho, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF), a caminhada “Jogue a favor da vida – denuncie o tráfico de pessoas”. O evento, que terá início às 19 horas, tem como objetivo fazer memória das vítimas do tráfico de pessoas e da escravidão moderna.
 A caminhada é uma das ações da campanha “Jogue a favor da vida – denuncie o Tráfico de Pessoas”, lançada na sede da CRB, em Brasília, no último dia 14, e no Vaticano, no dia 20. A Rede um Grito pela Vida, da CRB Nacional, é responsável pela iniciativa, que busca alertar a sociedade dos riscos de crescimento da exploração sexual, do tráfico de pessoas e da escravidão moderna durante a Copa do Mundo.
Além da CNBB, também fazem parceria com a Conferência dos Religiosos do Brasil na organização da caminhada, a arquidiocese de Brasília (DF), as Pontifícias Obras Missionárias (POM), o Centro Cultural Missionário (CCM), a Comunidade de Vida Cristã (CVX), a Cáritas Brasileira, o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), a Ação Episcopal Alemã Adveniat e outras entidades.
São esperados religiosos, religiosas, sacerdotes, fiéis católicos e de outras igrejas cristãs, agentes de pastorais e movimentos, além dos bispos que estarão participando da reunião do Conselho Permanente da CNBB.
Fonte: http://www.cnbb.org.br/imprensa-1/noticias/14305-caminhada-pela-vida-acontecera-no-dia-11-de-junho

Caminhada em memória das vítimas do tráfico de pessoas - Jogue a favor da Vida


quarta-feira, 28 de maio de 2014

Cantos - Panfletagem na Rodoviária de Belo Horizonte - 23.05.2014 - CRB Minas Gerais

Um grito pela vida (Frei Paulo Gabriel/ Davidson Bertuce)

1 - Nas mãos acorrentadas continua a escravidão
Crianças, jovens, moças vítimas da exploração
O tráfico humano é um crime organizado
É crime e torna a vida um objeto de mercado

Vamos lutar unidos
Nossa voz em mutirão
Um grito pela vida mudará esta nação!

2 - O trabalhador tem direitos e devem ser respeitados
Cruel é o país que negocia com a vida do seu povo
O tráfico sexual deve ser denunciado
É missão de todos nós criar um mundo novo.

3 - Você que veio à rua aprenda a lição
Se junte aos excluídos e partilhe sua dor
Somos todos irmãos, unidas as mãos e o coração
Dignidade e direitos, sem escravo e sem senhor.

Vida Religiosa de Belo Horizonte comprometida na prevenção do tráfico de pessoas


No dia 23 de Maio em BH, um grupo  com cerca de 35 Religiosos e Religiosas  se reuniram nas proximidades da Rodoviária para realizar uma das ações da Campanha "Jogue a favor da vida".


Iniciamos  com a oração e com a música "Um grito pela Vida" composta  para este momento pelos Freis: Paulo Gabriel e Davidson Bertuce - Agostinianos. 

Soou nos nossos ouvidos e nos corações o refrão dessa música "Vamos lutar unidos, nossa voz em mutirão. Um grito pela vida mudará essa nação". 

Em seguida dividimo-nos de três em três entrando na Rodoviária e nas ruas, praças ao seu  redor, conscientizando, conversando com as pessoas e distribuindo a propaganda da Campanha. Muitas pessoas expressaram a  gratidão pelo empenho dos religiosos e religiosas que estão na defesa da vida. 









VIDA RELIGIOSA DE SANTA CATARINA ENLAÇA OS FIOS DA REDE UM GRITO PELA VIDA

Reunidos em Lages, dias 23 a 25 de maio de 2014, vindos das diferentes regiões de Santa Catarina, 46 religiosos/as e leigos/as, assessorados pela Ir. Eurides Alves de Oliveira ICM, aprofundaram o tema do tráfico de pessoas, conheceram a caminhada e missão da Rede Um Grito pela Vida, diagnosticaram a realidade local. Diante da urgência e conscientes da gravidade do problema, animados/as assumiram integrar-se à Rede Um Grito pela Vida.

Em nível estadual, os participantes criaram uma Equipe de Articulação, confirmaram uma Irmã referencial e duas Irmãs na comunicação e alimentação do blog. Também foram organizados grupos de atuação em seis das dez Dioceses, definidas ações de sensibilização, além da divulgação e informação e formação de capacitores. “Que bom que a Vida Religiosa de Santa Catarina entendeu que o tráfico humano é um grito, um apelo histórico frente ao qual não se pode ficar indiferente. Sejam bem-vindos/as à Rede Um Grito pela Vida”, afirmou a Ir. Eurides.







Jornada sobre o Tráfico de pessoas em Buenos Aires


Divulgação da campanha - Plaza Mitre/San Fernando


Seminário Internacional de Regiões de Fronteiras - ‘Desafios para a Cooperação Transfronteiriça’

Dias 29 e 30 de Maio, em Foz do Iguaçu (PR). Mais informações:http://www.dialogosfederativos.gov.br/

Alemanha pede sociedade mais justa para o Brasil e lança Campanha durante a Copa, no Rio


ESCRITO POR CRB COMUNICAÇÃO LIGADO . PUBLICADO EM DESTAQUE


De preto, o diretor geral da Adveniat, monsenhor Bernd
Sensível a situação sócio-econômica do Brasil, delegação Alemã da Ação Episcopal Adveniat  lança Campanha ‘Steilpass’, no Rio e em Brasília, durante a Copa do Mundo. A organização pede ao governo brasileiro uma sociedade mais justa e equitativa  para o país.
Por Rosinha Martins| 2.05.14| Na Copa 2014 todos os olhares se voltam para o Brasil. Com um olhar diferenciado, a Igreja Católica da Alemanha, por meio da Ação episcopal Adveniat,  entra em campo  no Mundial de Futebol com a  'Campanha Steilpass - para uma sociedade mais justa e equitativa', com o objetivo de chamar a atenção sobre as injustiças sociais  e contribuir para que aja uma sociedade mais  fraterna.
 A “Campanha Steilpass – Para uma sociedade justa e equitativa”, será lançada no Brasil nos dias 10 e 11 de junho, na Rio,  quando a mesma será apresentada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, à  Conferência Nacional dos Religiosos do Brasil e à Rede Um Grito pela Vida, da CRB, principais parceiros no país. São convidados especiais,  para este momento,  a imprensa alemã e brasileira. A delegação pretende ainda, visitar projetos sociais, apoiados por ela,  na capital carioca.
  A delegação participará, em Brasília, no dia 11, às 19h da Caminhada "Jogue a favor da vida - denuncie o Tráfico de Pessoas", na Esplanada dos Ministérios, uma organização da CRB Nacional com  o apoio da CNBB e Arquidiocese de Brasília. No dia 12, a coordenação pretende entregar ao governo brasileiro as 10 petições denominadas por ela, como 10 regras básicas para um jogo justo e honesto para todos, entre eles, a democratização dos meios de comunicação, terra justa e reforma agrária, promoção e prevenção em saúde para todos, dentre outros. 

CAMINHADA JOGUE A FAVOR DA VIDA EM TOBIAS BARRETO - SERGIPE

Todas as escolas, pastorais e assistência social com a Rede Um Grito pela Vida! 
Jogando a favor da Vida, pela dignidade humana! #jogueafavordavida #copa2014








Não desvie o olhar da exploração infantil e denuncie situações suspeitas!


Para todos que estão viajando: Não desvie o olhar da exploração infantil e denuncie situações suspeitas! Os abusadores podem ser processados e condenados por crimes sexuais contra crianças cometidos no exterior e também no seu país de origem. Sua denúncia é importante. Tenha isso em mente quando viajar e compartilhe este site com os outros!

Gioca per la vita, denuncia la tratta!


Coletiva de imprensa publicada no Jornal Avvenire, o maior Diário católico da Itália.

BATE-PAPO SOBRE TRÁFICO HUMANO


Venha para o nosso time!


Vulnerabilidade social e Tráfico de pessoas - La mosca m la Ceniza


Um filme que mostra a vulnerabilidade social como parceira dos aliciadores. Ilusão e sonho de melhorar de vida levam as vítimas ao calabouço do tráfico de pessoas. O mundo ao redor não enxerga, pois não observa. Na dúvida, denuncie. Você pode salvar vidas. ASSISTAM!

Este é o filme trabalhado na oficina sobre Tráfico de pessoas na Assembléia CONFAR. 

La mosca en la ceniza es una película argentina estrenada el 25 de marzo de 2010 en Argentina, con guion y dirección de Gabriela David que tiene como protagonistas a María Laura Cáccamo, Paloma Contreras, Luis Machín, Luciano Cáceres, Cecilia Rossetto, Vera Carnevale y Dalma Maradona. Es un drama que gira en torno a la amistad de dos jóvenes del interior del país que mediante engaños son traídas a la gran ciudad para ser explotadas como prostitutas.

Jogue a Favor da Vida pelo mundo

Nos juntamos ao time para entrar em campo e jogar a favor da vida. Divulgação da campanha no Centro Comunitário Talita Kum de Pacheco (Bs As).
Sumándonos al equipo para entrar a la cancha a jugar por la vida.
Difusión de la campaña "Jugá a favor de la Vida" en el Centro Comunitario Talita Kum de Pacheco (Bs As)
Muchas gracias!


Freiras, com apoio do papa, alertam para risco de tráfico humano na Copa

SAIU NO ESTADÃO 
PHILI - Reuters
Freiras católicas romanas apoiadas pelo papa Francisco fizeram um alerta nesta terça-feira contra o crescente risco de tráfico humano, exploração de trabalhadores, prostituição forçada e turismo sexual durante a Copa do Mundo no Brasil que começa no mês que vem.
As freiras, cuja iniciativa também tem o apoio da Embaixada dos Estados Unidos no Vaticano, anunciaram uma campanha internacional chamada "Jogue em Favor da Vida - Denuncie Tráfico Humano", sobre os riscos que, disseram elas, estão associados ao torneio de 12 de junho a 13 de julho.
"Nós precisamos conscientizar as pessoas sobre o que acontece às margens de grandes eventos mundiais, como a Copa do Mundo da Fifa, e o sofrimento daqueles que são traficados", disse a irmã Carmen Sammut, uma freira de Malta que faz parte da organização da campanha.
"Sem essa consciência, sem agirmos em conjunto em favor da dignidade humana, os jogos da Copa do Mundo podem se tornar algo horrivelmente vergonhoso em vez de uma festa para a humanidade", disse ela em uma entrevista à imprensa no Vaticano.
A irmã Carmen afirmou que a iniciativa conta com pleno apoio do papa Francisco, um argentino que adora futebol e convocou várias reuniões no Vaticano para estudar meios de combater o tráfico de pessoas.
A freira Gabriella Bottani, uma italiana que trabalha no Brasil, disse que os traficantes de pessoas e outros criminosos tiram proveito de grandes eventos como a Copa para explorar os mais vulneráveis.
Em países como o Brasil, disse ela, grandes eventos podem ser motivo também para aumento no sequestro de crianças para adoção.
As freiras disseram que as estatísticas mostraram que a exploração sexual aumentou 30 por cento em conexão com a Copa do Mundo na Alemanha, em 2006, e 40 por cento na África do Sul, em 2010.
As freiras vão procurar conscientizar sobre os perigos do tráfico humano e outros crimes relacionados à Copa do Mundo por meio do seu blog, http://gritopelavida.blogspot.com.br/, e sua página no Facebook, https://www.facebook.com/jogueafavordavida. 

CF 2014: Saiba mais sobre as rotas do tráfico de pessoas no Brasil

A Campanha da Fraternidade 2014 traz como tema “Fraternidade e Tráfico de pessoas”. O Ministério da Justiça, preocupado desde 2004 com políticas de prevenção ao tráfico de pessoas, apresentou em outubro de 2012 a pesquisa inédita “Diagnóstico Sobre Tráfico de Pessoas nas Áreas de Fronteira no Brasil”.  
A partir da ação de prevenção ao tráfico de pessoas da Secretaria Nacional de Justiça, no âmbito do Plano Estratégico de Fronteiras e da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (ENAFRON), realizou a pesquisa nos 11 estados fronteiriços brasileiros. 
O infográfico abaixo apresenta de maneira resumida as áreas de vulnerabilidade e risco de incidência de tráfico de pessoas nos estados da área de fronteira. Passe o mouse sobre cada estado para conhecer as principais rotas de tráfico humano no país:

Clique na imagem para acessar a imagem e as rotas

As fontes de informação principais desta pesquisa são entrevistas com os atores estratégicos da rede de enfrentamento ao tráfico de pessoas nos estados, que por sua vez relataram casos de tráfico de pessoas nos quais atuaram ou sobre os quais receberam informação; locais de maior incidência do crime, nas suas diversas formas de exploração, de acordo com estatísticas ou sua percepção do fenômeno, ou descreveram as regiões ou municípios com índices de vulnerabilidade (indicadores socioeconômicos ou relacionados às características de determinados grupos) nos respectivos estados.
Rotas do Tráfico
Rotas do tráfico seriam percursos ou locais onde há recorrência de aliciamento, transporte, alojamento, trânsito (entre outros) de pessoas e de exploração, ou percursos realizados repetidas vezes por vítimas e traficantes. De acordo com o Departamento da Polícia Federal, não existem rotas específicas, pois qualquer local onde haja tráfego intermunicipal/internacional de pessoas poderá ser considerado como rota, já que as pessoas têm o direito de ir e vir, inclusive entre certos estados estrangeiros, de acordo com os acordos internacionais de livre circulação.
O correto, desta forma, seria falar em localidades onde foram identificados casos de aliciamento, transporte ou trânsito, ou locais onde ocorreram situações de exploração de vítimas. 
Fonte: Ministério da Justiça

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Copa 2014: Vaticano entra em campo e joga a favor da vida

ESCRITO POR CRB COMUNICAÇÃO LIGADO . PUBLICADO EM DESTAQUE

Religiosas entram em Campo no mundial de futebol de 2014. Vaticano abraça ideia e se mostra preparado física e espiritualmente para bater um bolão e ganhar o troféu de fim ao Tráfico de Pessoas
Por Rosinha Martins| 21.05.14| A Santa Sé demonstrou estar preparada física e espiritualmente para entrar em campo no mundial de futebol 2014, ao acolher na manhã desta terça, 20, na Sala de Imprensa do Vaticano, representantes da Vida Religiosa Consagrada para lançar, oficialmente, a Campanha da Rede Talita Kum, “Jogue a favor da Vida - denuncie o Tráfico de Pessoas”, coordenada, no Brasil, pela Rede Um Grito pela Vida, da CRB Nacional.
Presente na Coletiva, o prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, dom João Braz de Aviz, disse que este evento é particularmente significativo para a Vida Consagrada.“Lançar oficialmente a Campanha contra o Tráfico de Pessoas expressa a harmonia da Vida Religiosa com o sentimento do nosso Santo Padre em face deste crime que ele mesmo chama de “uma chaga no corpo da humanidade, hoje, uma ferida na carne de Cristo (10 de abril de 2014), afirmou.
Dom João ressaltou que a Vida Consagrada é especialmente tocada por esta realidade porque, por sua própria natureza, não deve estar centrada em si mesma, mas focada em seu compromisso de servir os mais vulneráveis, seguindo o exemplo de Jesus.  “Estamos trabalhando e lutando porque temos a nossa esperança no Deus vivo" (1 Tm 4:10)" (vide Congresso da Vida Consagrada , 2004), declarou.
Para concluir a intervenção o Cardeal de Aviz lançou um convite à humanidade inteira.  “Vamos juntar forças para salvar os mais vulneráveis desta escravidão que é o Tráfico de Pessoas, porque ‘ninguém é excluído da alegria dada a nós pelo Senhor’ ( Evangelii gaudium n . 3). Esta é a motivação mais profunda desta Campanha que agora começa oficialmente”, salientou.
“As Religiosas são ‘heroínas desconhecidas’ e o Tráfico, um assalto à liberdade”, diz embaixador dos EUA

Campanha Jogue a Favor da Vida promove panfletagem em praças públicas, rodoviárias, aeroportos e estádios


Plenária de planejamento para a mobilização - Jogue a Favor da Vida/Porto Alegre


Conferência de Imprensa da Campanha de Talitha Kum - Jogue a Favor da Vida

A Conferência de Imprensa da Campanha de Talitha Kum - Rede Internacional da Vida Consagrada contra o Tráfico de Pessoas - para a Copa do Mundo Brasil 2014: "Jogue a favor da vida, denuncie o tráfico de pessoas." #playforlife #jugaafavordelavida #jogueafavordavida

Trata de Personas - Debate


Bring Back Our Girls


Las mujeres que se han graduado en Ciudad Mujer, El Salvador, dicen #BringBackOurGirls! Alzan sus voces para las más de 200 niñas nigerianas secuestradas. En el centro de la foto: la Primera Dama de la República de El Salvador, Dra. Vanda Pignato y la Representante Residente de ONU Mujeres, Patricia Olamendi. 

Foto: Secretaría de Inclusión Social de El Salvador

Não só festa: Copa do Mundo no Brasil será tema de coletiva de imprensa no Vaticano


Cidade do Vaticano (RV) – A Copa do Mundo no Brasil será tema de uma coletiva na Sala de Imprensa da Santa Sé nesta terça-feira, 20.

Entretanto, o motivo não é de festa, mas é para falar do tráfico de seres humanos, no âmbito da campanha “Jogue a favor da Vida – denuncie o tráfico de pessoas”. A campanha é promovida pela Rede Internacional da Vida Consagrada Talitha Kum.

Participa da coletiva o Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, Card. João Braz de Aviz.

Também estarão presentes a coordenadora da Rede Um Grito pela Vida, Ir. Gabriella Bottani, e o Presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil, Ir. Paulo Petry.

Integram a mesa a coordenadora da Rede Talitha Kum, Ir. Estrella Castalone, a Presidente da União Internacional das Superioras Gerais (UISG), Ir. Carmen Sammut e o Embaixador dos Estados Unidos junto à Santa Sé, Kenneth Francis Hackett.

No Brasil, a campanha “Jogue a favor da Vida – denuncie o tráfico de pessoas” já está em andamento desde fevereiro e foi lançada oficialmente na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília, na semana passada.

A preocupação das religiosas é que, com a Copa, aumente a exploração sexual e, com ela, o tráfico de pessoas para responder a essa demanda.

A finalidade é a conscientização da opinião pública através de debates, panfletagens e celebrações, principalmente nas cidades-sedes da Copa.

(BF)


Texto proveniente da página http://pt.radiovaticana.va/news/2014/05/19/n%C3%A3o_s%C3%B3_festa:_copa_do_mundo_no_brasil_ser%C3%A1_tema_de_coletiva_de/bra-800360
do site da Rádio Vaticano 

Seminário Diálogos da Cidadania - "Tráfico de Pessoas: Conhecer para se Proteger" promovido pelo MPF/PFDC


Globalização neoliberal: agravamento de formas de opressão às mulheres

Manuela Rodríguez Piñeres, que atua no combate à exploração sexual no Brasil e na América Latina, discute as relações entre o neoliberalismo e o tráfico de pessoas

Por: Ricardo Machado

“No Brasil a escravidão que durou mais de 100 anos. São 125 anos que nos separam dessa cultura, onde seres humanos foram tratados como mercadorias. No entanto, na prática até hoje existem situações em que pessoas são submetidas a condições ou práticas similares à escravatura. Com a queda do muro de Berlim e a gestação de uma nova ordem mundial, diversos problemas anteriormente encobertos por certa aura de irrelevância voltam à cena e passam a integrar o rol de esforços da comunidade internacional”, avalia Manuela Rodríguez Piñeres, em entrevista por e-mail à IHU On-Line. 

Manuela Rodríguez Piñeres é membro das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor. É graduada em Serviço Social pela Universidade Nacional do Comahue, General Roca, Argentina, fez especialização em Comunicação, Diálogo e Gestão Criativa de conflitos na Universidade Federal da Bahia. Sua trajetória de trabalho conta com 20 anos de atuação no acompanhamento a mulheres em situação de prostituição. Atuou também em um programa de retorno voluntário da Organização Internacional de Migrações – OIM, em Buenos Aires, voltado para mulheres dominicanas traficadas para exploração sexual. 

Confira a entrevista.
IHU On-Line – Que dimensões o tráfico humano tomou no Brasil e na América Latina nos últimos 30 anos? 

Meninas em jogo - A teia da exploração sexual de meninas para a Copa


A AGÊNCIA DE REPORTAGEM E JORNALISMO INVESTIGATIVO, PÚBLICA, criou a primeira reportagem em quadrinhos  sobre a teia da exploração sexual de meninas para a Copa. A equipe de repórter e quadrinista percorreu estradas do Ceará durante três meses para realizar o trabalho.



Veja mais!
Fonte: http://www.apublica.org/2014/05/hq-meninas-em-jogo/

Tráfico de pessoas, a escravidão de nossa época

Gabriella Bottani, integrante da Rede Grito Pela Vida, que atua com pessoas em situação de prostituição, delineia um panorama do tráfico humano no mundo

Por: Ricardo Machado

“O tráfico de pessoas representa a escravidão de nossa época, a mercantilização da vida. O tráfico de pessoas desvela a ambiguidade e a violência de um modelo econômico de desenvolvimento que, em nome do lucro, considera tudo mercadoria: terra, água, mata, animais e até pessoas”, define Gabriella Bottani, em entrevista por e-mail àIHU On-Line. Italiana de nascimento, irmã Gabriella, como é conhecida no Brasil, é a representante da Rede Grito Pela Vida na Talitha Kum – Rede Internacional da Vida Religiosa contra o Tráfico de Pessoas. A rede Talitha Kum iniciou seus trabalhos em 2004 e integra um projeto de enfrentamento ao tráfico de pessoas juntamente com a União Internacional das Superioras Gerais – UISG em parceria com a Organização Internacional das Migrações – OIM, que busca formar redes de religiosas capacitadas para a prevenção e o atendimento às vítimas do tráfico de pessoas, sobretudo para fins de exploração sexual. O primeiro curso de capacitação para tratar do tema foi há quase nove anos em Roma. Desde então mais de 650 mulheres participaram dos cursos e, atualmente, 21 redes atuam em 75 países em todas as partes do mundo.

Confira a entrevista.
IHU On-Line – O que representa o tráfico humano no âmbito mundial?
Gabriella Bottani – O tráfico de pessoas representa a escravidão de nossa época, a mercantilização da vida. O tráfico de pessoas desvela a ambiguidade e a violência de um modelo econômico de desenvolvimento que, em nome do lucro, considera tudo mercadoria: terra, água, mata, animais e até pessoas. Mundialmente o tráfico de pessoas movimenta grandes quantidades de dinheiro, sendo – junto com tráfico de drogas e armas – um dos três negócios ilícitos mais rentáveis. As principais vítimas pertencem aos grupos mais vulneráveis e discriminados: mulheres, crianças e adolescentes. As estatísticas publicadas no Relatório 2012 da UNODC  confirmam que as mulheres continuam sendo as principais vítimas do tráfico de pessoas representando 76% do total. Outro dado preocupante é o aumento significativo de crianças e adolescentes, principalmente meninas, que caem nas armadilhas dos traficantes de pessoas. A mesma fonte revelou que este grupo aumentou de 20% para 27% do total das vítimas. 

Manifestações contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Meninada do Village em direção ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), local onde as psicólogas do CREAS realizaram palestra para o público. Foram duas caminhadas (manhã e tarde) acompanhadas de "apitaços" e cartazes confeccionados pelas crianças e adolescentes do Projeto Villagindo Para Ser Feliz, que alternavam gritando: "Eu vou, eu vou denunciar/ discar 100 ou 180 para a vida salvar" . 

Os quatro CRAS da Cidade de Cachoeiro fizeram manifestações alertando as comunidades sobre o 18 de maio. Houve divulgação do tema, debate na imprensa e cobertura televisiva.

Ir. Maria Rita, como membro e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, esteve presente nas manifestações dos quatro CRAS e na Rádio Diocesana, que culminará no dia 21 de maio com capacitação de membros dos Conselhos de Direitos e Tutelares e representantes de entidades. Está valendo a pena a Ação conjunta dos parceiros, fortalecendo assim a Rede de Proteção e garantindo Vida e vida plena para esta população.
(Imrita)


UNICEF lança Programa Proteja Brasil

Sobre o
Proteja Brasil

O Proteja Brasil é o aplicativo para iPhone ou celular com sistema Android criado para facilitar denúncias e informar sobre violência contra crianças e adolescentes.

A partir do local onde o usuário está, o Proteja Brasil indica telefones e endereços e o melhor caminho para chegar a delegacias especializadas de infância e juventude, conselhos tutelares, varas da infância e organizações que ajudam a combater a violência contra a infância e adolescência nas principais cidades brasileiras.

Como Funciona

O aplicativo facilita a denúncia em 3 simples passos, sem te expor e mantendo o sigilo de sua denúncia sempre.