Mais notícias

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Regional Sul 3 realiza Coletiva de Imprensa para Lançamento Oficial da Campanha da Fraternidade 2014 no Rio Grande do Sul



O Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove na próxima Quarta-feira de Cinzas, 05/03, às 14h, uma Coletiva de Imprensa em sua sede, no Centro da capital gaúcha. A ocasião marca o Lançamento Oficial da Campanha da Fraternidade 2014 no estado. Em âmbito nacional, o tema escolhido é “Fraternidade e Tráfico Humano”, e o lema adotado remete à Epístola de São Paulo Apóstolo aos Gálatas: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl, 5, 1).

Para o encontro com a imprensa, o episcopado gaúcho estará representado por três bispos, de seus 34 atuais prelados. Participam dom Zeno Hastenteufel, bispo de Novo Hamburgo e presidente do Regional Sul 3, dom Jaime Spengler, arcebispo metropolitano de Porto Alegre e bispo anfitrião, e dom Alessandro Ruffinoni, bispo de Caxias do Sul e bispo referencial das Pastorais Sociais junto ao RS3. Além disso, dom Alessandro também é o bispo responsável pela Pastoral dos Brasileiros no Exterior (PBE) pela CNBB.

As questões que envolvem o tráfico de seres humanos, a exploração do trabalho escravo − ou condições análogas a ele − e ainda as ações da Igreja Católica, serão trazidas pelos bispos e por duas painelistas. A Ir. Eurides Alves de Oliveira, uma das proponentes do tema da CF2014 e coordenadora da Rede Um Grito Pela Vida, que vai contar como surgiu a ideia; e a palestrante Aléxia Meurer, coordenadora do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Nept/RS), da Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, que vai apresentar os mais recentes dados sobre tais práticas criminosas, a prevenção e o atendimento das vítimas. A apresentação será de Edison Costa, coordenador da CF 2014 e do CEBI (Centro de Estudos Bíblicos), ambos no RS.

Sempre com foco na promoção da dignidade humana, a edição deste ano é a 51ª Campanha da Fraternidade idealizada pela CNBB. E traz consigo a marca social da ação cidadã e evangelizadora de uma atividade ininterrupta, desde 1964, por meio da Igreja Católica Apostólica e Romana no Brasil. O RS3 informa ainda que as representações das quatro arquidioceses e 14 dioceses do RS vão dar início aos trabalhos da CF 2014, em âmbito diocesano, na manhã de 05 de março.

Durante o evento, o secretário executivo do Regional Sul 3 da CNBB, pe. Agostinho Sauthier, vai oferecer material informativo e formativo sobre a Campanha da Fraternidade 2014, aos profissionais de comunicação presentes. Logo após terá início a Coletiva de Imprensa, em que os bispos e a convidada vão responder às perguntas dos jornalistas. Na sequência, será possível entrevistá-los e/ou gravar (áudios ou vídeos) com eles.

Para ajudar na preparação da imprensa, o Regional Sul 3 indica o seguinte link:

Ele tem arquivos com subsídios que estão disponíveis para download


quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

FIQUE POR DENTRO


Lançamento da Campanha da Fraternidade 2014
Dia dia 05 de março de 2014, às 9h, no Miniauditório da Catedral Sagrado Coração de Jesus (Porto Velho).
Evento - Clique aqui

Adidas suspende venda camiseta de conotação sexual sobre o Brasil
A Adidas afirmou, na tarde desta terça-feira, que a linha de camisetas que apresenta frases de conotação sexual sobre as mulheres brasileiras foi retirada das prateleiras e de seu site.
A marca, que também é uma das principais patrocinadoras da Copa do Mundo, colocou à venda dois modelos de camiseta nos Estados Unidos com frases que remetem às mulheres brasileiras.
Clique aqui e confira.

Notícia da Rede
Está acontecendo a Semana Missionária na Comunidade Rural Rafael, na cidade de caruaru - PE, promovida pelos Frades Franciscanos Capuchinhos. 

A Rede Um Grito Pela Vida foi convidada para falar para os Jovens da referida comunidade sobre a CF 2014 - Fraternidade e Tráfico Humano. 

Materiais
Acesse o link - Já inserimos mais materiais, inclusive em espanhol.

Confira mais notícias e informações em nossas páginas:

Facebook Oficial: https://www.facebook.com/jogueafavordavida

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Encontro de Formação em PERNAMBUCO




No próximo sábado,dia 22/02/2014, acontecerá um Encontro de Formação para os jovens da Paróquia de Santo Amaro em Jaboatão dos Guararapes / PE.

No dia 23/02/2014, seguimos com o Encontro de Formação para Agentes de Pastoral da Paróquia São Pio X, em Camaragibe/PE. 

Mais informações:
Entre em contato com Ir. Vera Lúcia - Coordenadora da Rede no Regional Recife ou Fátima Evangelista, articuladora da Rede.


Abertura Regional da Campanha da Fraternidade - 2014

Data: 07/03/2014 
Horário: a partir das 19h 
Local: Teatro Boa Vista (Rua Dom Bosco, 551).

Campanha da Fraternidade 2014
Tema: Fraternidade e Tráfico Humano
Lema: É para a liberdade que Cristo nos Libertou (GL 5,1)

Arquidiocese de Olinda e Recife
Comissão Arquidocesana de Pastoral para o serviço da Caridade, da Justiça e da Paz
Av. Rui Barbosa, 409, Graças, CEP 52011040, Recife - PE

Programa Alimentação Justa - Entre tomates, pessoas e escravidão



Publix

THERE’S SOMETHING 
ROTTEN IN THE U.S. TOMATO INDUSTRY


Fazendas de tomate da Flórida fornecem 50 % de todos os tomates frescos dos EUA, mas também têm sido chamados da América marco zero para a escravidão. "Inúmeros trabalhadores são detidos contra a sua vontade, ameaçados com violência e forçados a transportar centenas de baldes de tomate pesados por dia em troca de pagamento baixo ou nenhum.

Felizmente, encontrou-se uma solução chamada "Programa Alimentação Justa", qu foi comprovação de sucesso. O Programa Alimentação Justa está trabalhando para impor uma política de tolerância zero para a escravidão em fazendas de tomate.

Mas uma grande cadeia de supermercados dos EUA, Publix Super Markets, recusa-se a apoiar este programa. Publix continua a comprar tomates de produtores que não são parceiros do Programa Food Fair - Alimentação Justa e os trabalhadores ainda trabalham fora do programa, tendo sido comprovados casos de escravidão moderna.

Será que a Publix Super Markets, que se orgulha em estar na lista das melhores empresas para se trabalhar, continuará a fechar os olhos e dar desculpas, ou vai alavancar sua vasta influência do mercado e liderar o caminho na abolição da escravidão na cadeia da produção de tomate de uma vez por todas?

Diga à Publix para tomar a decisão certa e aderir ao Programa de Alimentação Justa e garantir que nossos tomates possam atender os mais altos padrões de direitos humanos na indústria de alimentos.

Via Walk Free - http://www.walkfree.org/publix-play-fair/

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Marchinha a favor da vida! Do carnaval para a Copa, falta pouco.



Do carnaval para a Copa, falta pouco.
Em tempos de megaeventos, temos de nos preparar e atentar para todas as faces do tráfico de pessoas. Pensando nisso, criamos uma marchinha para circular antes da Copa do Mundo, aproveitando a oportunidade para unir vozes contra o tráfico de pessoas em pleno carnaval.

Solicitamos a colaboração para compartilhar e veicular nossa marchinha a favor da vida!
_____________

Composição: Tállison Ferreira da Silva (Filho de Santana - Natal, RN)
Voz e arranjos musicais: Odilia Raquel Santana
Produção: Rede Um Grito Pela Vida/CRB Nacional – Campanha JOGUE A FAVOR DA VIDA




Clique e acesse o áudio

Baixe o arquivo aqui

Rede participa da reunião “Religiões e a Copa do Mundo” em Brasília

Hoje, dia 19 de Fevereiro de 2014, representantes da Rede Um Grito pela Vida participarão da reunião “Religiões e a Copa do Mundo”, que se realizará no Palácio do Planalto, Brasília-DF.

Coordenada pelo Ministro Gilberto Carvalho, a reunião tem o objetivo de apresentar tanto as ações e perspectivas do governo federal em relação à Copa do Mundo, como também ouvir as percepções e conhecer as iniciativas desenvolvidas por Igrejas e Entidades Religiosas relacionadas à Copa. 

Na oportunidade, a campanha Jogue a favor da Vida será apresentada aos participantes, levando seu ideal e compromisso a favor da luta contra o tráfico de pessoas, aproveitando o espaço de diálogo e articulação para engajar as pessoas em torno do trabalho que está sendo desenvolvido.


terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Maratona de capacitação de multiplicadores para a campanha da Fraternidade 2014

Fraternidade e Tráfico Humano + Apresentação da campanha Jogue a favor da Vida.



Atividades de 10/02 a 16/02/2014

Dia 10/02 - Rio Claro – SP: palestras com os alunos do Ensino Médio e Fundamental do colégio Puríssimo. Uma experiência muito rica e gratificante, a juventude participou com interesse e muito protagonismo, demonstrando abertura e disposição de continuar aprofundando e contribuindo na luta contra o tráfico humano.

Dia 12/02 - Caxias do  Sul RS: encontro com os professores/as do colégio Madre Imilda, uma manhã muito rica, produtiva e profunda de reflexão sobre o papel e o compromisso da educação no Enfrentamento ao trafico Humano. O grupo participou e comprometeu-se com a causa.


O QUE AS MULHERES TÊM A VER COM A COPA?

A advogada Magnólia Said conhece a realidade cearense profundamente.  Técnica do Esplar – Centro de Pesquisa e Assessoria, uma ONG que trabalha nos municipios do semi-árido com atividades voltadas para a agricultura familiar – desde 1989 trabalha com grupos de mulheres do Estado. Por isso, foi uma das primeiras integrantes da Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa (ANCOP), a questionar os impactos do megaevento sobre a vida das mulheres cearenses.
Fortaleza é uma das cidades-sede da Copa e, além de colecionar altos índices de violência doméstica e abuso sexual contra crianças e adolescentes (as denúncias subiram 23% entre 2011 e 2012), é um conhecido alvo de turismo sexual, combatido por programas governamentais que, segundo ela, não se prepararam para a tendência de aumento de casos durante a Copa do mundo.
O blog Copa Pública é uma experiência de jornalismo cidadão que mostra como a população brasileira tem sido afetada pelos preparativos para a Copa de 2014 – e como está se organizando para não ficar de fora.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

O tráfico de pessoas movimenta cerca de 32 bilhões de dólares por ano


Veja também: 

O tráfico de pessoas é considerado o segundo crime mais praticado no mundo, atrás apenas do tráfico de drogas. A estimativa da Organização das Nações Unidas (ONU) é que o tráfico humano movimente US$ 30 bilhões e vitime três milhões de pessoas a cada ano. No Brasil, entre os anos de 2005 e 2011, 475 brasileiros – a maioria mulheres – foram traficados, segundo o Ministério da Justiça. Para incentivar as pessoas a denunciarem esse tipo de crime e discutir as políticas públicas vigentes, a Igreja Católica usará o tema na Campanha da Fraternidade, que será lançada em março.

Fonte: Maria Gizele da Silva, da sucursal - http://traficodepessoas.org/



Tráfico de Pessoas: Uma abordagem para os direitos humanos



"O livro Tráfico de Pessoas: uma Abordagem para os Direitos Humanos, fruto da parceria entre a Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e o IEDC – Instituto de Estudos Direito e Cidadania, surge nesse cenário alinhado a diretrizes estabelecidas pela Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, aprovada pelo Decreto 5.948, de 26 de outubro de 2006. 

A finalidade da publicação apresentada é contribuir para a cultura de respeito aos direitos humanos, especialmente para a proteção da dignidade e integridade das pessoas em situação de tráfico ou os mais vulneráreis a esta situação. Dividido em duas partes: Parte I – Tráfico de Pessoas e Justiça Global; Parte II – Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e suas modalidades: o
Olhar Para a Proteção das Vítimas, o livro busca fortalecer a compreensão de que a temática do tráfico de pessoas só pode ser percebida e enfrentada na perspectiva da proteção e da promoção dos direitos humanos." (Pag. 11)
Cartilha_TraficodePessoas_202x266mm_3001_10h00_WEB-1
Para o download da cartilha clique aqui

sábado, 15 de fevereiro de 2014

ENTREVISTA - RÁDIO IMACULADA CONCEIÇÃO 1490AM

Amanhã, dia 16/02, será veiculada entrevista sobre a campanha JOGUE A FAVOR DA VIDA na Rádio Imaculada Conceição, 1490 AM (Grande SP). Confira no programa A Voz da Igreja, que começa às 13h. 

Rádio online:http://www.miliciadaimaculada.org.br/ver3/radiopop.asp?v=grandesp




sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

One Billion Rising flash mob






Um bilhão para a justiça é um evento mundial contra a violência contra mulheres e meninas, lançado o ano passado por EVE ENSLER, escritora dos Estados Unidos.

O dia 14 de fevereiro em muitos países do mundo celebra-se o dia dos namorados. Esta data foi escolhida para celebrar o amor de forma diferente, sem violência. Para isso, temos que agradecer milhares de mulheres que no mundo inteiro descem nas praças para gritar e dançar seus direitos; danças para a justiça.

A Rede Um Grito pela Vida é solidária com todas as mulheres do mundo que lutam e dançam para a justiça, contra todas as formas de violência, abuso e exploração da mulher, tendo ênfase contra o tráfico de pessoas.

Material da campanha Jogue a favor da Vida

Entre em contato: gritopelavida@gmail.com

ACONTECERÁ ENCONTRO FORMATIVO - 15/02/2014 - PORTO VELHO


A arquidiocese de Porto Velho organiza no auditório da catedral de Porto Velho,no dia 15 de fevereiro de 2014, um dia de formação sobre a campanha da fraternidade 2014 que tem como tema: Fraternidade e tráfico humano e como lema: É para a liberdade que Cristo nos libertou.



Foto: Formação de Janeiro/2014 - Porto Velho


O encontro é para formar agentes multiplicadores da campanha nas comunidades da arquidiocese e para o planejamento de atividade durante o ano todo.


Na mídia - De olho!

Confira nosso giro pelo mundo - Campanha Jogue a favor da Vida

http://catedral.org.br/religiosos-no-brasil-conclamam-jogue-a-favor-da-vida.html





Mercado de gente aquece nas Copas do mundo



Copa do mundo x Tráfico de Pessoas: 

"Jogue a favor da vida"


ESCRITO POR CRB COMUNICAÇÃO LIGADO . PUBLICADO EM DESTAQUE


Mercado de gente aquece nas Copas do mundo pela grande circulação de dinheiro e preocupa governos, organizações não-governamentais, religiosas e civis.
Por Rosinha Martins | 15.11.13| Cerca de 150 religiosos e religiosas do Brasil e representantes da Alemanha, Colômbia, Bolívia e Uruguai lançaram na tarde desta sexta, 15, em Brasília-DF, a campanha “Jogue a favor da vida”, que tem como objetivo sensibilizar a sociedade sobre a problemática do Tráfico de Pessoas em grandes eventos como a Copa do mundo. A Campanha é uma organização da Rede um grito pela vida, formada por religiosas e religiosas, que tem abraçado a prevenção do Tráfico de seres humanos em nível nacional.
Durante o lançamento da Campanha a coordenação deixou claro o significado da logomarca:as mãos, presentes na logomarca da Rede, revelam o símbolo de força e vida;  a bola deixa explícita a ligação com o esporte, destacando o futebol, paixão nacional que movimenta esses eventos no mundo; o verbo jogar, no imperativo tema intenção de estimular a ação, uma reação; o outro verbo ‘denuncie’, que se apresenta como sinônimo associativo do verbo jogar convida para um ato de amor e justiça, à saída da inércia para a colaboração. Para jogar, basta denunciar.

Campanha Jogue a favor da Vida divulgada amplamente


A Rede “Um Grito pela Vida” lança esta quarta-feira a campanha contra o tráfico de pessoas: “Junte-se a nós. Jogue a Favor da Vida!”.

Por Rádio Vaticano

- See more at: http://catedral.org.br/religiosos-no-brasil-conclamam-jogue-a-favor-da-vida.html#sthash.s8E2wQvC.dpuf

Child sex tourism warning for fans attending World Cup in Brazil

Child sex tourism warning for fans attending World Cup in Brazil
Sports events can lead to surge in abuse and trafficking of young girls, say campaigners


A prostitute on a street in Fortaleza, Brazil.
A prostitute on a street in Fortaleza, Brazil. Photograph: AFP/Getty Images


Aviso sobre Turismo sexual infantil durante a Copa do Mundo no Brasil - Eventos desportivos podem levar ao aumento no abuso e tráfico de meninas, dizem ativistas

"Como o Brasil se prepara para sediar a Copa do Mundo neste verão, Fortaleza está sob os holofotes com sua reputação de capital do país do turismo sexual e da exploração sexual de crianças. Com cerca de 6.000 torcedores estrangeiros esperados para chegar, e brasileiros viajando para jogos em todo o país, Rodriguez e seus colegas temem um grande aumento no tráfico sexual de menores.

A violência sexual é o segundo crime mais relatado contra crianças no Brasil, com a maioria das vítimas com idade entre 10 e 14 anos. Fortaleza recebeu mais queixas, ou Denúncias, para uma linha especial de telefone gratuito do que qualquer outra cidade."


Leia mais 

CAMPAÑA MUNDIAL JUEGUE A FAVOR DE LA VIDA

DENUNCIE LA TRATA DE PERSONAS

Para prevenir el delito de la trata de personas, a partir del 12 de febrero de 2014, comienza la Campaña: Juegue a favor de la vida, denuncie la trata de personas, en el marco de la Copa Mundial de la FIFA, Brasil 2014, una campaña que le aporta a la evangelización no sólo de la Arquidiócesis de Bogotá sino de todo el mundo.

“Gioca per la Vita”

AMERICA/BRASILE - “Gioca per la Vita”: campagna contro la tratta di persone in vista dei mondiali di calcio





Mulher não é mercadoria, muito menos troféu ou taça.


terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Rede Um Grito pela Vida lança campanha contra o tráfico de pessoas


Junte-se a nós. Jogue a Favor da Vida!

A campanha preventiva contra o tráfico de pessoas antes e durante a copa do mundo de 2014 no Brasil, denominada Jogue a Favor da Vida, inicia suas ações sensibilizando a população para o tema. Esta é uma iniciativa da Conferência dos Religiosos e Religiosas do Brasil - “Rede Um grito pela Vida”, que após reflexões e avaliações sobre a problemática, principalmente em tempos de megaeventos, decidiu investir forças e energias na realização de uma campanha preventiva que pudesse alertar quanto aos riscos antes e durante tais eventos.

Pautada na análise de situações anteriores, tais como a Copa do Mundo na Alemanha e na África do Sul, e observando os modos como as organizações da sociedade civil atestaram o aumento da exploração sexual no tempo relativo aos ocorridos eventos, a campanha atua contra esse tipo de exploração, abrindo reflexões abrangentes que convidam ao debate.




Objetivos:

  • Sensibilizar e informar a sociedade civil, sobretudo os grupos mais vulneráveis sobre o tráfico de pessoas e os riscos do seu crescimento durante a copa do mundo;
  • Favorecer a reflexão sobre o impacto social de grandes eventos, de modo especial a Copa do mundo de Futebol de 2014, evidenciando e denunciando as violações de direitos dos grupos mais vulneráveis;
  • Contribuir para coibir o crescimento do tráfico de pessoas e outras práticas similares de exploração e violação de direitos durante a Copa do mundo;
  • Promover uma cultura de respeito e valorização da vida.

Ações previstas:

Produção de material de sensibilização, que será preparado em duas línguas (português e espanhol) e distribuído em todo o território nacional, priorizando as cidades que sediarão a copa. Materiais para distribuição online também serão disponibilizados no blog da Rede Um Grito pela Vida.

A campanha “Jogue a favor da vida” será realizada nas mídias sociais e MCS, a partir do mês de fevereiro de 2014. Dos meses de março a julho serão realizadas atividades de formação, sensibilização, panfletagem, divulgação na imprensa, debates, seminários, plantão nas rodoviárias, aeroportos, portos, dentre outros locais que contarão com a divulgação dos Disque Denúncia e articulação com os conselhos tutelares, órgãos de segurança, núcleos de enfrentamento ao tráfico de pessoas, centros de direitos humanos, pastorais e organismos para garantir os espaços de atendimento, acolhida e encaminhamento das denúncias.

Os eventos da Campanha

Os eventos serão realizados pelos diferentes núcleos da Rede Um Grito pela Vida presentes e atuantes em todo o Brasil em parceria com as organizações, grupos e mídias que aderirem à mesma.

A campanha será divulgada internacionalmente na América Latina e na Europa, pois conta com a adesão das Redes RAMÁ, KAWSAY E RENATE que integram a Talitha Kum – Rede Internacional da Vida Religiosa no enfrentamento ao tráfico de pessoas. A vida consagrada em época de megaeventos internacionais vem se comprometendo para sensibilizar e alertar sobre o tráfico de pessoas: no ano de 2006, na Copa do Mundo da Alemanha, participou da Campanha “Tráfico de pessoas: apito final”; em 2010, na África do Sul, promoveu a Campanha “Chute o tráfico de pessoas”; e este ano é a vez do Brasil.

Junte-se a nós. Jogue a favor da vida!

Como participar:

Integre-se aos núcleos e equipes locais para participar do planejamento e realização das atividades da campanha em parceria com a Rede Um Grito pela Vida.

Colabore divulgando a campanha por meio das redes sociais. Nossa página será lançada na rede Facebook no dia 12 de Fevereiro de 2014: https://www.facebook.com/jogueafavordavida

Banners também estarão disponíveis em nosso blog para compartilhamento e inserção em páginas de apoio. Acesse:http://gritopelavida.blogspot.com.br/

Você também pode contribuir com a produção e divulgação do material, promovendo debates e reflexões sobre a  realidade do tráfico e os riscos de crescimento do tráfico de pessoas neste tempo de megaeventos. Participe desse mutirão de alerta, vigilância e formação.

Nosso grito: Jogue a favor da Vida! Denuncie o tráfico de pessoas.

Mais informações: gritopelavida@gmail.com

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Capacitações em vista da Campanha da Fraternidade no Estado do Amazonas.

Desde a primeira semana de janeiro, a Rede Um Grito Pela Vida - Regional Manaus/Roraima, vem assumindo junto com a equipe da Arquidiocese de Manaus e o Regional da CNBB, as capacitações nas dioceses, paróquias e áreas missionárias.
Cada grupo organiza da melhor forma possível os encontros, fazem uma grande articulação, para que muitos atores sociais possam participar, pessoas comprometidas com a defesa e promoção da vida. Assim vamos formando a Rede de Enfrentamento ao tráfico de pessoas em nossa região.
 Equipe da CF da Arquidiocese de Manaus
 Formação em Nova Olinda do Norte - AM
 Formação no setor 4 em Manaus - AM

Formação em São Gabriel da Cachoeira - AM

As formações tem sido muito intensas com uma significativa participação das comunidades, pois a tema do tráfico de pessoas é muito presente e real na vida das comunidades.
Dando visibilidade a este crime, estamos contribuindo para que as pessoas possam denunciar.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Rede de pedofilia no Estado do Amazonas.

Nestas últimas semana o Estado do Amazonas tem sido manchete em rede nacional, pela vergonha dos tantos crimes impunes no estado contra crianças e adolescentes.
A Sociedade tem se mobilizado e está pressionando a justiça para que culpabilize e puna os responsáveis por tantos crimes cometidos contra crianças e adolescentes. 
No dia 06.02.2014 foi realizado um ato público na Assembleia Legislativa do Amazonas, solicitando que se faça justiça e que haja punição a tantos crimes com relação as autoridades de Coari e as tantas outras no Estado do Amazonas.


Segue uma matéria vinculada no jornal a critica, dando nomes a algumas autoridades pedófilas do Estado.
Vinte acusados de exploração sexual de menores de idade se tornaram réus no processo que investiga a atuação de uma rede de exploração sexual infanto-juvenil em Manaus. Nesta quarta-feira (28), a denúncia do Ministério Público do Amazonas (MPE-AM) contra o grupo de acusados foi aceita pelos desembargadores do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM).
Entre os réus da ação penal estão o deputado estadual Fausto Souza (PSD), o cônsul honorário da Holanda, Vitório Nyenhuis, o empresário Waldery Areosa Ferreira, ex-proprietário do Centro Universitário do Norte (Uninorte) e Waldery Areosa Júnior. Outros empresários e o ex-prefeito de Jutaí Asclepíades da Costa de Souza estão entre os réus. O processo tramita em segredo de Justiça.
O esquema de exploração sexual infanto-juvenil foi desmontado pela operação “Estocolmo” da Polícia Civil, que teve as investigações iniciadas em maio de 2012, após denúncia de uma parente de uma das adolescentes aliciadas. A operação foi deflagrada no dia 23 de novembro do mesmo ano, quando a polícia cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão. Na sessão de ontem, após três horas e meia de reunião a portas fechadas, os 12 desembargadores aptos a votar manifestaram-se a favor do recebimento da denúncia.
O relator do processo, desembargador Rafael de Araújo Romano, disse que o julgamento dos acusados deve ocorrer até o fim do mês de junho deste ano. “Agora, com a instrução do processo, vamos intimar todas as pessoas envolvidas, as testemunhas e acho que até no fim deste semestre encerramos esse processo”, declarou, ontem. “Na próxima semana, já vou chamar o pessoal para ouvir e vamos terminar com a maior celeridade possível esse processo”, afirmou.