Mais notícias

quarta-feira, 27 de julho de 2016

O que é a campanha Coração Azul?


Uma iniciativa de conscientização para lutar contra o tráfico de pessoas e seu impacto na sociedade.
A campanha Coração Azul busca encorajar a participação em massa e servir de inspiração para medidas que ajudem a acabar com o tráfico de pessoas.
A campanha permite que todas as pessoas demonstrem sua solidariedade com as vítimas do tráfico de pessoas, usando o Coração Azul.
 Saiba mais: https://www.unodc.org/blueheart/pt/about-us.html

Núcleo da Rede Um Grito pela Vida de Manaus integra ações da Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas - Confira as atividades!

O Núcleo de Manaus da Rede Um Grito Pela Vida integra as ações de prevenção ao tráfico de pessoas na Semana do 30 de julho, promovida pela ONU.






No dia 21 de julho participamos da divulgação da campanha por meio do Centro de Mídia da Secretaria de Educação, com a representação de Ir. Santina. Já no dia 22 de julho, estivemos presentes no Seminário Políticas Públicas para Crianças e Adolescente, no bairro Monte das Oliveiras, com a representação de Sandra. 

Confira as próximas atividades que contarão com a nossa participação nesta Semana de Enfrentamento que destaca o Dia Mundial contra o tráfico de pessoas.

27/07

Das 14h às 17h: formação sobre abuso e exploração sexual – Rede Um Grito Pela Vida – CRB.

26 e 27/07: sensibilização na Escola Cacau Pereira.

Dia 28/07

Das 9h às 12h - Auditório da SEJUSC: reunião com o Comitê de Enfrentamento ao tráfico de pessoas e responsáveis pelos postos de atendimento ao migrante. (Rose e Eurides)

Das 15h às 17h - Auditório da SEJUSC:
- Solenidade de abertura da campanha.
- Palestra com Membro do Comitê Nacional de enfrentamento ao TP. A Rede Um Grito pela Vida estará representada pela Ir. Rose Bertoldo e Ir. Eurides Alves.

Às 18h: iluminação azul dos prédios  históricos da cidade.

Dia 29/07 

Atividades nas escolas.
- Ir. Gabrielle, Rosangela e Socorrinha estarão presentes, na parte da manhã, no bairro do Puraquequara.
- Berenice Martins (Rose) marcará presença pela Rede no Bairro Mauazinho. 
- Na escola Escola CETI: Eliza Bessa (Paulina, Rosineuda e Ananda) - Bola do produtor.

Dia 30/07  

Panfletagem na Ponte do Rio Negro
Cotaremos com as equipes:
Jovens da Pastoral da Criança (articulação de Ray)
Barreira Policial, BR, Jovens de Santa Etelvina (articulação de Patrícia), Porto da Ceasa ((articulação de Elineuza, Socorrinha e Anajar).

29 a 31/07 

- Seminário Laudato Si.
- Participação e formação sobre o tráfico de pessoas com a pastoral da criança.

Mais informações:
 (92) 3234 3160 / 99209085

terça-feira, 26 de julho de 2016

Simpósio Estadual sobre Tráfico de pessoas será realizado em São Paulo


O Núcleo da Rede Um Grito pela Vida de São Paulo irá participar do primeiro Simpósio Estadual sobre Tráfico de  pessoas na III Semana de mobilização pelo 30 de Julho (Dia Mundial contra o tráfico de pessoas), organizada pelo Núcleo de enfrentamento do TP e pela COETRAE, dentre outras entidades.

______________________________________



Para participar do Simpósio, faça sua inscrição no link:
http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=27050

29 de julho de 2016

LOCAL: Auditório da Associação dos Advogados de São Paulo
Rua Álvares Penteado, nº 151, Centro, Térreo

I Simpósio Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas


Horário: 9h às 13h                     
Objetivo: atividade relacionada à III Semana Nacional ao Enfrentamento ao
Tráfico de Pessoas.

PROGRAMAÇÃO


8h30: Credenciamento e café de boas vindas.
9h: Composição da Mesa de Autoridades.
9h05: Entoação do Hino Nacional Brasileiro
9h10: Abertura – Pronunciamento do Presidente da AASP e do Secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania

9h30: Painel I
“Avanços Legislativos para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e
Erradicação do Trabalho Escravo - Lei Bezerra (Lei Estadual nº 14.946/2013)”.
Palestrante: Carlos Alberto Bezerra
Coordenação: Eduardo Benedito de Oliveira Zanella (TRT/15)
Participantes: Eliana Faleiros Vendramini Carneiro (MPSP) e Carla Aparecida Silva Aguilar (CAMI)
10h10: Perguntas e Debates

10h25: Painel II        
“O Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas no Brasil: desafios e perspectivas”
Palestrante: Anália Belisa Ribeira 
Coordenação: Flávio Antas Corrêa 
Participantes: Catarina Von Zuben (PRT/15
11h05: Perguntas e Debates  
                                 
11h20: Painel III
“Responsabilidade em Cadeia”
Palestrante: Luiz Carlos Michele Fabre  
Coordenação:  Wilson Fernandes (TRT/2)
Participantes:  José Marcelo Alves Gondim (Polícia Rodoviária Federal) e Edison Tetsuzo Namba (TJSP)
12h: Perguntas e Debates

12h15: Painel IV    
“A Experiência do Poder Judiciário nos casos do Crime de Tráfico de Pessoas”
Palestrante: Marcus Menezes Barberino
Coordenação: Larissa Leite– (Cáritas)
Participantes: Rodrigo Castilho (PRT/2)                       
12h55: Perguntas e Debates
13h10: Encerramento

Assessoria de Comunicação - Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania
Tel.: (11) 3291-2612



Rede presente na programação da Campanha Coração Azul de Recife

Núcleo de Recife na Semana coração Azul 




26/07/16
Ação de sensibilização e conscientização no terminal integrado de passageiro - TIP
Rodoviária. Participam:

·   Núcleo de enfrentamento ao tráfico de pessoas/PE.
·   Rede um Grito pela Vida - regional Recife.
·   12º batalhão de polícia militar.
·   Secretaria da Mulher da prefeitura do Recife.



28/07/16
Blitz Educativa
Br 101 – km 70 - ao lado do Colégio Militar e próximo  à Ceasa.

Horário: 8h às 12h
Participam:
·         Núcleo de enfrentamento  ao trafico de pessoas/PE
·         Rede um Grito pela Vida - regional Recife.
·         Polícia rodoviária federal.

Mais informações: 
Fátima evangelista - Articuladora regional

Rede se une à Campanha Coração Azul em mobilização contra o tráfico de pessoas realizada em Recife



Nesta semanda de mobilizações contra o tráfico de pessoas, a Rede Um Grito pela Vida se juntou à Campanha Coração Azul para ação de sensibilização no TIP (Terminal Integrado de Passageiro) Rodoviária de Recife. 





Também estiveram presentes representantes do NETP/PE e Secretaria da Mulher da Prefeitura do Recife.








Pela Rede, jogando a favor da vida: Ir.Vera Lucia Bezerra, Ir. Sueli Duarte, Ir. Maria Inês, Ir. Cirleide A. Guedes e Fátima Evangelista.


Manaus realiza ações de formação e conscientização sobre o tráfico de pessoas


segunda-feira, 25 de julho de 2016

Caminhada de conscientização contra o tráfico de pessoas acontecerá no dia 30 de julho, em Brasília

Pubicado pela Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania- Brasília
A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus/DF) promove, de segunda-feira a sábado (25 a 30/7), a Semana de Mobilização para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. A série de eventos coincide com os preparativos finais dos Jogos Olímpicos, período em que o país verá aumentar exponencialmente o fluxo de turistas, exigindo maior atenção quanto à questão do tráfico humano. A programação inclui exposição alusiva ao tema no Aeroporto Internacional de Brasília, a realização de um simpósio técnico e uma caminhada de conscientização no Parque da Cidade.
“O tráfico humano é uma modalidade criminosa sutil e ainda pouco visível para a sociedade, mas que movimenta números elevados de vítimas e de cifras financeiras em todo o mundo. Questões como os refugiados internacionais, motivados por conflitos armados ou desastres ambientais, ou mesmo a mera situação de vulnerabilidade social, ainda muito comum em nosso país, abrem espaço propício para a atuação dos aliciadores. Esta semana temática é uma oportunidade para alertarmos a sociedade e ampliarmos os debates em torno de políticas públicas para combater o tráfico de pessoas”, diz o secretário de Justiça e Cidadania, Marcelo Lima.
A primeira ação está prevista para ocorrer na segunda-feira (25/7), na Rodoviária do Plano Piloto, a partir das 9h, em uma sessão solene com a presença de autoridades governamentais. Na ocasião, será anunciada também a abertura da exposição do Projeto Gift Box, instalada no Aeroporto Internacional de Brasília. A iniciativa consiste em uma campanha de rua que utiliza grandes “caixas de presentes” colocadas em espaços públicos. Cada uma das peças de arte simboliza como os traficantes enganam as vítimas com falsas promessas, simulando o processo de aliciamento. A parte externa da composição mostra uma embalagem atraente, que oferece uma nova forma de vida com frases convidativas, instigando a curiosidade do público. Uma vez dentro da instalação, as pessoas descobrem que não se trata de uma proposta de trabalho, mas do relato de alguém que foi traficado e colocado em situação de exploração sexual, laboral, servidão doméstica, além de outras modalidades, como adoção ilegal de crianças ou tráfico de órgãos.
Conferência acadêmica
O Simpósio Distrital da Rede de Atenção ao Migrante Refugiado e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas será o segundo evento da semana temática, previsto para ocorrer terça e quarta-feira (26 e 27/7), no auditório da Defensoria Pública da União, das 8h30 às 18h. O evento tem como objetivo reunir a comunidade acadêmica para discutir produções científicas acerca dos temas propostos. Participarão da conferência representantes da Universidade de Brasília (UnB); do Centro Internacional para o Desenvolvimento de Políticas de Migração; do Ministério da Justiça e Cidadania; e da Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados, entre outros órgãos públicos e entidades.
“Os especialistas vão expor estudos diversos, com conclusões quantitativas e qualitativas, sobre a realidade dos temas tratados. Neste mesmo evento, haverá ainda grupos de trabalho para discutir desafios e estabelecer estratégias de políticas migratórias e de enfrentamento ao tráfico de pessoas. Será uma reunião técnica, que pretende aproximar os diversos parceiros envolvidos em matéria de tráfico de pessoas e atendimento às vítimas de violações de direitos humanos”, acrescenta o secretário Marcelo Lima.
Caminhada de Conscientização
No sábado (30 de julho), Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, data instituída pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), ocorrerá o encerramento da semana temática, com a Caminhada de Conscientização. O evento será realizado das 8h30 às 11h30, com ponto de concentração próximo ao estacionamento 13 do Parque da Cidade. Durante a ação, servidores da Sejus/DF, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher distribuirão materiais informativos para a comunidade sobre como se prevenir contra os aliciadores. “Alertar as famílias, informando sobre os principais cuidados a serem tomados acerca de qualquer proposta que inclua mudança de domicílio, é seguramente uma das medidas mais efetivas para prevenir o tráfico de pessoas”, conclui o secretário Marcelo Lima.

Rede sempre mobilizada pelo enfrentamento ao Tráfico de Pessoas


Semana Nacional de Mobilização pelo Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas 
 A Rede Um Grito pela Vida se une a esta iniciativa!

Maranhão lançará edital com Chamada Pública da sociedade civil para compor o Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Durante a semana de mobilização o Governo do Maranhão lançará Edital com Chamada Pública da sociedade civil para compor o Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.


Via Coração Azul

domingo, 17 de julho de 2016

Rede na 24ª Assembleia Geral Eletiva da CRB Nacional - 2016




Quase 10 anos de história - Rede na luta contra o Tráfico de Pessoas



Em março de 2017, a Rede Um Grito pela Vida completará 10 anos de história  e compromisso no Enfrentamento ao tráfico de pessoas.

Uma história, um caminho  um de  possibilidades, desafios e esperanças para  recordar, celebrar e projetar...


Diante da Rede da Maldade e da Morte, surge a Rede do bem - “Um Grito pela Vida”. Começou pequena como semente de mostarda, mas está crescendo, criando força e influência no Brasil e no mundo. A rede da maldade que promove o tráfico  se organiza a partir do desejo de lucro e de prazer. A rede “Um Grito pela Vida” se organiza entre as Congregações religiosas com leigos/as e outras Organizações do bem, a partir da fé em Deus e do amor à vida”. (cf. Carlos Mersters). 



Para recordar!
Em março de 2007, um grupo de 28 religiosas de 20 Congregações, vindas de diversas regiões do País, concluíram o curso de formação sobre tráfico de pessoas, organizado pela Conferência dos Religiosos do Brasil- CRB, por solicitação da UISG, União Internacional das Superioras Gerais, que em sua Plenária Internacional, no ano 2000 havia assumido o compromisso mobilizar as Conferências e Congregações a atuarem no enfrentamento ao tráfico de pessoas, em particular contra o tráfico de mulheres. Indignadas e sensibilizadas com a crueldade, amplitude e gravidade da realidade do tráfico de pessoas no mundo e em nosso País, essas religiosas sentiram neste drama de milhares de pessoas um desafio-clamor, que agride a vida, e viola a dignidade de milhões de pessoas, sobretudo das mulheres e crianças.  Foi um apelo de Deus que precisava ser acolhido e enfrentado de forma conjunta. E para esta finalidade criaram a Rede um Grito pela Vida.
          
Assim nasceu  a  Rede um grito pela Vida, como uma pequena semente de missão em rede no enfrentamento ao tráfico de pessoas, plantada no chão dos nossos espaços de missão, de nossas Congregações e da Conferência dos Religiosos/as do Brasil. Semente  que ao longo destes 10 anos foi  regada com ‘muita reza e muita luta’, cresceu e se espalhou pelo Brasil como expressão   Evangélico-política de solidariedade e cidadania. Ganhamos visibilidade e força mística e profética de conscientização, articulação e mobilização em âmbito nacional e internacional.

“A história da Rede Um grito pela Vida, se confunde com o inquieto impulso de algumas Religiosas que contagiaram algumas Congregações. E, desde o primeiro “grito”, ninguém mais segurou esta causa. A cada encontro, a cada reflexão, a cada seminário, a rede cresce... a voz se levanta mais... as iniciativas se concretizam... os fios se ligam. Profecia!”[i]

Hoje, a Rede Um Grito pela Vida, está presente em todas as regiões do País, com 26 núcleos em 22 Estados e no distrito federal e conta mais 300 religiosas/os, de aproximadamente 70 congregações, muitos leigos/as integrantes dos núcleos e um grande leque de apoiadores/as e parceiros/as, no enfrentamento aos Trafico de Pessoas.

            Com o slogan/lema "Enfrentar o tráfico de pessoas é nosso compromisso!", a Rede um Grito pela Vida assume a missão de atuar na Prevenção, Atenção às Vítimas e Incidência Politica por meio de atividades de:

- Sensibilização e informação, priorizando os grupos em situação de vulnerabilidade, lideranças comunitárias, agentes de pastoral e outros;

- Organização de grupos de reflexão e estudo, aprofundando as causas e situações que o favorecem o tráfico de pessoas: questões de gênero, violência, modelo de desenvolvimento, grande construções e projetos, grandes eventos, hedonismo midiático, aumento da precariedade do trabalho, corrupção, impunidade, entre outras;

- Capacitação de multiplicadores/as, visando ampliar a ação de enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, principalmente para fins de exploração sexual;

- Participação e mobilização social e política de incidência na definição e efetivação de politicas públicas de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Red Ramá - Contra la Trata de Personas lança a campanha Jogue a favor da Vida em El Salvador

Red Ramá - Contra la Trata de Personas e a Comisión de JPIC de la CONFRES somam-se à campanha Jogue a favor da Vida e lançam a iniciativa ‪#‎JuegaAFavorDeLaVida‬ em El Salvador!




Caso não consiga visualizar o vídeo - Clique aqui

Red Kawsay Argentina-Uruguay joga a favor da vida


Red Kawsay Argentina-Uruguay segue conosco, firme na luta contra o tráfico de pessoas e exploração sexual. Parceira de nossa campanha Jogue a favor da Vida, lançaram o material em espanhol para que mais pessoas possam ser informadas, alertadas e sensibilizadas.


Equipe do projeto "No a la trata" convida para a exibição de dois capítulos da série "Se trata de nosotros"


A equipe "No a la Trata", da Comissão Nacional de Justiça e Paz, convida para a exibição de dois capítulos da série "Se trata de nosotros", da diretora Sol Bonelli, com debate posterior.

Data: Sexta-feira - 29 de julho.

Hoje é o último dia para se inscrever na seleção para o Comitê de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas da Bahia


Publicado no dia 04/07/2016

em Direitos Humanos - www.justicasocial.ba.gov.br/

 

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) divulgou, no último dia 30, edital de convocação de organizações não governamentais nacionais ou internacionais, voltadas às atividades de prevenção e enfrentamento ao tráfico de pessoas na Bahia, a participarem da seleção para composição do Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (CEPETP), no biênio 2016-2018. São cinco vagas abertas para entidades que tratem do tema ou assuntos afins, como violência de gênero, prostituição e exploração sexual. As inscrições acontecem até o dia 8 de julho, conforme as regras do edital divulgado no site da secretaria. 


Segundo o cronograma divulgado no edital, de 04/07 a 08/07 acontece o período de inscrição; de 11/07 a 14/07, a avaliação das candidaturas pela Comissão; 15/07 é a data de divulgação da lista das entidades candidatas habilitadas para o processo de seleção; 23/07 acontece a publicação das selecionadas no Diário Oficial do Estado; e 29/07, será realizada a posse dos membros da CEPETP. 


Esclarecimentos poderão ser obtidos diretamente na Superintendência de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos da SJDHDS, pelos telefones (71) 3115-0267 e 3115-3858.

Núcleo de Rio Branco participa do seminário "Projeto Fronteiras" - Atendimento às Mulheres Vítimas do Tráfico de Pessoas e outras formas de Violência em regiões de fronteira



A Rede um Grito pela Vida, Núcleo de Rio Branco/AC, participou nos dias 05 e 06 de julho, em Brasiléia (Alto Acre), do Seminário “Projeto Fronteiras” - Diálogos Formativos - Atendimento às Mulheres Vítimas do Tráfico de Pessoas e outras formas de Violência em regiões de fronteiras




O Projeto Fronteiras é encabeçado pela ASBRAD (Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude) e é realizado em 10 municípios fronteiriços do Brasil.



Mais de 30 entidades governamentais e organizações não governamentais se detiveram na discussão do tema. Na mesa de abertura, a Rede Um Grito pela Vida foi convidada a apresentar sua história, objetivos e trabalhos realizados na região. Este foi o momento de dar visibilidade à Rede, bem como oportunidade para articulações e busca de ações integradas.

Alguns dos temas discutidos no seminário:  
  • Violência de Gênero e Tráfico de Pessoas; 
  • Promoção e Garantias dos direitos das Mulheres: marcos conceituais e normativos; 
  • Metodologia de Atendimento às mulheres vítimas do tráfico de pessoas e outras formas de violência.


Nos dois dias de evento, mesmo com olhares e metodologia de trabalho diferenciadas, cada participante demonstrou preocupação com a problemática cada vez mais crescente nas fronteiras do estado do Acre. Percebeu-se que cada entidade tem o mesmo objetivo: combater ou enfrentar o Tráfico humano.

Irmã Isabel do Rocio Kuss - CF
Núcleo de Rio Branco/Acre


domingo, 3 de julho de 2016

Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal promove Simpósio sobre Tráfico de Pessoas - Inscrições até 11 de julho

Publicado em 24 Junho 2016 pela sejus.df.gov.br
Promovida pela Secretaria de Justiça e Cidadania, conferência reunirá estudiosos do tema em 26 e 27 de julho, no auditório da Defensoria Pública da União
Estão abertas até 11 de julho as inscrições para participação ou apresentação de trabalhos no Simpósio Distrital da Rede de Atenção ao Migrante Refugiado e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Promovido pela Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, o encontro será em 26 e 27 de julho, no auditório da Defensoria Pública da União, das 8h30 às 18 horas. O evento ocorre próximo a 30 de julho, Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, instituído pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).
O principal objetivo é reunir a comunidade acadêmica para discutir produções científicas sobre tráfico humano, questões migratórias e de refúgio. Parte da 3ª Semana Nacional de Mobilização de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas — de 25 a 30 de julho —, a conferência já tem confirmada a presença de representantes da Universidade de Brasília (UnB), do Centro Internacional para o Desenvolvimento de Políticas de Migração, do Ministério da Justiça e Cidadania, e da Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados, entre outros órgãos públicos e entidades.
Especialistas convidados vão expor materiais que contêm conclusões quantitativas e qualitativas sobre a realidade dos temas a serem tratados. Além das apresentações, haverá grupos de trabalho para discutir desafios e estabelecer estratégias de políticas migratórias e de enfrentamento ao tráfico de pessoas. “Trata-se de uma reunião técnica, que pretende aproximar os parceiros envolvidos direta e indiretamente em matéria de tráfico de pessoas e atendimento às vítimas de violações de direitos”, define o secretário de Justiça e Cidadania, Marcelo Lima.

Simpósio Distrital da Rede de Atenção ao Migrante Refugiado e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Quando: 26 e 27 de julho (terça e quarta-feiras)
Horário: das 8h30 às 18 horas
Local: auditório da Defensoria Pública da União — Setor de Autarquias Norte, Quadra 5, lote C, Centro Empresarial CNC, Bloco C, 18º andar
Inscrições (até 11 de julho): clique AQUI
Normas para apresentação de trabalhos: veja AQUI
Mais informações: (61) 2104-1913

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Livros para estudo e reflexão sobre Tráfico de Pessoas e Exploração Sexual


TRÁFICO DE MULHERES
Compreender e enfrentar o problema, com lentes de gênero e de direitos humanos, ferramentas de análise e compromissos para a construção de uma sociedade democrática, solidária e justa com as mulheres e meninas.



TRÁFICO INTERNACIONAL DE PESSOAS PARA EXPLORAÇÃO SEXUAL
Obra que aborda o direito penal mínimo e o princípio da dignidade humana. Fala sobre o tráfico internacional de pessoas para fim de exploração sexual, tendo em vista a vítima maior e capaz. 



TRÁFICO DE PESSOAS
O trÁfico de pessoas é definido no protocolo Adicional à Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional relativo à prevenção, repressão e Punição do Tráfico de pessoas, em especial de Mulheres e Crianças.


TRÁFICO DE PESSOAS
Reflexões para a Compreensão do Trabalho Escravo Contemporâneo 


A MOBILIZAÇÃO DAS ONGS
Este estudo mostra a luta das ONGs no combate à exploração sexual comercial de crianças e adolescentes no Brasil a partir de 1993, tendo como estratégia a mobilização social para a inclusão desta temática na agenda pública local e global, pela via dos direitos humanos.



EXPLORAÇÃO SEXUAL DE MULHERES E CRIANÇAS NO TURISMO SEXUAL
Aborda o turismo sexual e temáticas conexas - a exemplo dos direitos das mulheres - discriminação de gênero - direitos sexuais e reprodutivos - pornografia - prostituição - coisificação da mulher na mídia - tráfico para fins de exploração sexual e educação sexual.